AM, BA, CE, DF, ES, MA, MT, PA, PE, RJ, RN, RS, SC, SP  -  Forças Armadas, Militar, Saúde

Marinha do Brasil - Corpo de Saúde da Marinha - (CP-CSM-S) - Farmácia (Módulo Especial) (Pós-Edital)

(CÓDIGO: 172867)
339
Horas de aula

Sobre o curso

Última atualização em 06/2024

1.Curso baseado no Edital nº 26/2023 - (CP-CSM-S/2023) 
2. Serão abordados os tópicos relevantes (não necessariamente todos) a critério do professor.
3. Carga horária prevista: 805 videoaulas, aproximadamente.
4. Material de apoio personalizado:
- audioaulas;
- degravações (produzido e organizado em conformidade com cada videoaula);
- slides para acompanhamento das videoaulas.
5. Não serão ministrados: Bibliografia. Em Conhecimentos Específicos: Química Analítica e Controle de Qualidade: Controle de qualidade de medicamentos. Estudo de estabilidade de medicamentos. Estudo do perfil de degradação de medicamentos. Em Farmacotécnica e Tecnologia Farmacêutica: Água na indústria farmacêutica. Validação.Em ImunologiaDiagnóstico laboratorial/ sorológico das infecções virais. Em LegislaçãoGuia nº 28/2019, versão 1 da ANVISA - Guia de estudos de estabilidade. Guia nº 14/2021, versão 2 da ANVISA - Guia de dissolução aplicável a medicamentos genéricos, novos e similares. Guia nº 50/2021, versão 1 da ANVISA - Guia sobre o Controle de Nitrosaminas em Insumos Farmacêuticos Ativos e Medicamentos. IN nº 132/2022 da ANVISA - Dispõe sobre as Boas Práticas de Fabricação complementares a medicamentos líquidos, cremes ou pomadas. IN nº 138/2022 da ANVISA - Dispõe sobre as Boas Práticas de Fabricação complementares às atividades de qualificação e validação. RDC nº 250/2004 da ANVISA - Trata da revalidação de registro de produtos sujeitos à Vigilância Sanitária. RDC n° 47/2009 da ANVISA - Estabelece regras para elaboração, harmonização, atualização, publicação e disponibilização de bulas de medicamentos para pacientes e para profissionais de saúde. RDC nº 166/2017 da ANVISA - Dispõe sobre a validação de métodos analíticos e dá outras providências. RDC nº 171/2017 da ANVISA - Revisa a aplicabilidade da Resolução da Diretoria Colegiada nº 53, de 4 de dezembro de 2015, para alterações pós-registro e os prazos desta Resolução para produtos já registrados. RDC nº 219/2018 da ANVISA - Dispõe sobre as diretrizes para aprovação condicional das petições de alteração pós-registro de medicamentos e dá outras providências. RDC nº 675/2022 da ANVISA - Dispõe sobre a adequação dos medicamentos já registrados. RDC nº 677/2022 da ANVISA - Dispõe sobre avaliação de risco e controle de nitrosaminas potencialmente carcinogênicas em Insumos Farmacêuticos Ativos (IFA) e medicamentos de uso humano. RDC nº 768/2022 da ANVISA - Estabelece regras para a rotulagem de medicamentos. RDC n° 770/2022 da ANVISA - Estabelece frases de alerta para substâncias, classes terapêuticas e listas de controle em bulas e embalagem de medicamentos. 

AULAS EM PDF AUTOSSUFICIENTES:

1. Conteúdo produzido por mestres especializados na leitura como recurso didático completo.
2. Material prático que facilita a aprendizagem de maneira acelerada.
3. Exercícios comentados.
4. Não serão ministrados em PDF: FARMACOLOGIA: 5. Toxicidade de fármacos e intoxicações agudas por medicamentos. QUÍMICA ANALÍTICA E CONTROLE DE QUALIDADE – 1. Equilíbrio químico; 2. Metodologia analítica: bases teóricas, princípios e classificação; 3. Métodos titulométricos; 4. Métodos cromatográficos; 5. Métodos espectrofotométricos; 6. Espectrometria de massas; 7. Controle de qualidade de medicamentos; 8. Controle biológico de medicamentos; 9. Análise térmica; 10. Validação de métodos analíticos; 11. Estudo de estabilidade de medicamentos; 12. Estudo do perfil de degradação de medicamentos. QUÍMICA ORGÂNICA – 1. Estereoquímica e atividade ótica; 2. Substituição eletrofílica e nucleofílica; 3. Hidrocarbonetos; 4. Heterocíclicos; 5. Compostos aromáticos e polinucleares; 6. Classificações de reações químicas; 7. Macromoléculas (carboidratos, lipídios, aminoácidos e ácidos nucléicos); 8. Álcoois, aldeídos e cetonas, 9. Ácidos carboxílicos e seus derivados; 10. Fenóis; 11. Aminas e amidas. FARMACOTÉCNICA E TECNOLOGIA FARMACÊUTICA – 1. Produção de medicamentos; 2. Boas práticas de fabricação; 3. Delineamento de formas farmacêuticas; 11. Água na indústria farmacêutica; 12. Validação. MICROBIOLOGIA – 1. Bacteriologia e micologia clínica laboratorial; 2. Coleta e manipulação de amostras para o diagnóstico de doenças infecciosas; 3. Técnicas laboratoriais de exames bacteriológicos e micológicos; 4. Diagnóstico microbiológico das doenças infecciosas; 5. Infecções ou bactérias típicas, atípicas e micobactérias; 6. Testes de agentes antimicrobianos in vitro (teste de sensibilidade); 7. Resistência a antimicrobianos; 8. Diagnóstico microbiológico das principais micoses superficiais e sistêmicas; 9. Principais alterações patológicas no líquido cefalorraquidiano; 10. Agentes etiológicos das principais doenças infecciosas. LEGISLAÇÃO: 3. Guia nº 4/2015, versão 1 da ANVISA – Guia para obtenção do perfil de degradação, e identificação e qualificação de produtos de degradação em medicamentos. 4. Guia nº 28/2019, versão 1 da ANVISA – Guia de estudos de estabilidade. 5. Guia nº 14/2021, versão 2 da ANVISA – Guia de dissolução aplicável a medicamentos genéricos, novos e similares. 6. Guia nº 50/2021, versão 1 da ANVISA – Guia sobre o Controle de Nitrosaminas em Insumos Farmacêuticos Ativos e Medicamentos. 7. IN nº 132/2022 da ANVISA - Dispõe sobre as Boas Práticas de Fabricação complementares a medicamentos líquidos, cremes ou pomadas. 8. IN nº 138/2022 da ANVISA - Dispõe sobre as Boas Práticas de Fabricação complementares às atividades de qualificação e validação. 11. RDC nº 250/2004 da ANVISA – Trata da revalidação de registro de produtos sujeitos à Vigilância Sanitária. 12. RDC n° 47/2009 da ANVISA – Estabelece regras para elaboração, harmonização, atualização, publicação e disponibilização de bulas de medicamentos para pacientes e para profissionais de saúde. 13. RDC nº 31/2010 da ANVISA – Dispõe sobre a realização dos estudos de equivalência farmacêutica e de perfil de dissolução comparativo. 15. RDC nº 53/2015 da ANVISA – Estabelece parâmetros para a notificação, identificação e qualificação de produtos de degradação em medicamentos com substâncias ativas sintéticas e semissintéticas, classificados como novos, genéricos e similares, e dá outras providências. 16. RDC nº 166/2017 da ANVISA – Dispõe sobre a validação de métodos analíticos e dá outras providências. 17. RDC nº 171/2017 da ANVISA – Revisa a aplicabilidade da Resolução da Diretoria Colegiada nº 53, de 4 de dezembro de 2015, para alterações pós-registro e os prazos desta Resolução para produtos já registrados. 18. RDC nº 219/2018 da ANVISA – Dispõe sobre as diretrizes para aprovação condicional da petições de alteração pós-registro de medicamentos e dá outras providências. 20. RDC nº 318/2019 da ANVISA – Estabelece os critérios para realização de Estudos de Estabilidade de insumos farmacêuticos ativos e medicamentos, exceto biológicos e dá outras providências. 21. RDC nº 406/2020 da ANVISA – Dispõe sobre as Boas Prática de Farmacovigilância para Detentores de Registro de Medicamento de uso humano, e dá outras providências. 22. RDC nº 658/2022 – Dispõe sobre as diretrizes gerais de Boas Práticas de Fabricação de medicamentos. 23. RDC nº 675/2022 da ANVISA – Dispõe sobre a adequação dos medicamentos já registrados. 24. RDC nº 677/2022 da ANVISA – Dispõe sobre avaliação de risco e controle de nitrosaminas potencialmente carcinogênicas em Insumos Farmacêuticos Ativos (IFA) e medicamentos de uso humano. 25. RDC nº 768/2022 da ANVISA – Estabelece regras para a rotulagem de medicamentos. 26. RDC n° 770/2022 da ANVISA – Estabelece frases de alerta para substâncias, classes terapêuticas e listas de controle em bulas e embalagem de medicamentos. 28. RDC nº 821/2023 da ANVISA - Altera a Resolução de Diretoria Colegiada - RDC n° 53, de 4 de dezembro de 2015, que estabelece parâmetros para a notificação, identificação e qualificação de produtos de degradação em medicamentos com substâncias ativas sintéticas e semissintéticas, classificados como novos, genéricos e similares, e dá outras providências. 30. Resolução nº 721/2022 do CFF - Dispõe sobre a anotação e o registro da direção ou responsabilidade técnica farmacêutica. 31. Resolução nº 730/2022 do CFF - Regulamenta o exercício profissional nas farmácias das unidades de saúde em quaisquer níveis de atenção, seja, primária, secundária e terciária, e em outros serviços de saúde de natureza pública ou privada. 32. Resolução nº 734/2022 do CFF – Regulamenta as atividades do farmacêutico na indústria farmacêutica.
5. Não serão ministrados PDFs Sintéticos.

Sobre o concurso

Última atualização em 06/2024
Atenção, Concurseiros! Foi publicado o edital da Marinha do Brasil - Corpo de Saúde da Marinha - (CP-CSM), com a oferta de 04 vagas para os cargos de nível superior e remuneração inicial de R$ 9.070,60. As inscrições poderão ser realizadas no período de 22/04/2024 a 08/05/2024, por meio do endereço eletrônico http://www.ingressonamarinha.mar.mil.br/, mediante pagamento de taxa no valor de R$ 140,00.
Informações
Edital publicado (Em andamento)
Data da Prova 21/07/2024
01 vagas
Salário de R$ 9.070,60
AM, BA, CE, DF, ES, MA, MT, PA, PE, RJ, RN, RS, SC, SP
Inscrições Taxa R$ 140,00 Data 22/04/2024 a 08/05/2024
Provas Data da Prova 21/07/2024 Banca Examinadora Comissão Própria Instituição Marinha do Brasil - Corpo de Saúde da Marinha - (CP-CSM) - Farmácia
Requisitos Escolaridade Superior Área(s) Forças Armadas, Militar, Saúde TAF (Teste de Aptidão Física) Sim Redação Discursiva Sim Prova de títulos Sim
Conteúdo deste curso Expandir tudo